Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Administração Pública no Brasil
Experiências de Minas Gerais
Categorias
Administração, Economia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1309 vezes desde 15/12/2014
Versão
impressa
R$ 54,14
Coloração
Acabamento
Valor total:
R$ 54,14
Versão
ebook
R$ 27,98
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 54,14
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Organizações frequentemente fracassam na busca por seus objetivos. Isso significa que não basta definir com clareza os propósitos, mas é preciso adotar mecanismos capazes de levar as organizações ao alcance desse propósito. Em se tratando das organizações governamentais, o cenário não é diferente. Em que pese disciplinas como a ciência política e a economia política discutirem exaustivamente ao longo dos anos o papel do Estado na sociedade, esse papel se concretiza, pelo menos em parte, mediante ações planejadas e implementadas deliberadamente, por meio de métodos e instrumentos formais, os quais merecem ser estudados. Aqui se destaca a pergunta objetiva “como se deve fazer?”, em detrimento da pergunta “o quê se deve fazer?”.

No caso da Administração Pública brasileira, o princípio constitucional da eficiência, inserido no bojo das recentes transformações do Estado de Bem-Estar Social, se relaciona justamente à racionalidade no desenho das políticas públicas e no emprego dos recursos públicos, de modo que o resultado da aplicação desse princípio no cotidiano da função executiva enseja o desenvolvimento de métodos e instrumentos próprios do setor público. O presente livro traz questionamentos importantes sobre a aplicação desses métodos e instrumentos no Governo do Estado de Minas Gerais, abarcando áreas de políticas públicas distintas, tais como segurança pública, agricultura, saúde e, sobretudo, as políticas públicas que visam a organizar o próprio Estado e tem a intenção de elevar o desempenho dos seus sistemas administrativos – as políticas públicas voltadas para as áreas chamadas, por assim dizer, “áreas meio”.

Trata-se neste volume, inicialmente, da aplicação da metodologia IGESP na segurança pública do Estado de Minas Gerais - voltada para resultados efetivos nos indicadores de criminalidade - com foco na crítica construtiva e no levantamento de alguns dos desafios de sua implementação. Ainda no contexto da segurança pública, discute-se a implantação do disque-denúncia unificado no Sistema de Defesa Social do estado como um modelo participativo e colaborativo de combate à criminalidade.

Passando às políticas públicas centradas no desempenho do próprio Estado, discute-se a figura do concurso público, com os holofotes em dois aspectos pragmáticos e polêmicos, o que os torna extremamente relevantes: a natureza da taxa de inscrição e a reserva de vagas para pessoas portadoras de deficiência.

No que se refere às compras públicas e procedimentos para aquisição de serviços, são dois os temas abordados: (1) a incorporação de acordos de níveis de serviço - por meio de um estudo de caso do desenvolvimento e manutenção de um sistema de informação que atende a usuários em todo o Governo do Estado - e sua relação com o princípio da eficiência; bem como (2) a discussão de entraves proporcionados pelo atual arcabouço legal aplicável às compras públicas, qual seja, a Lei de Licitações e Contratos.

Ainda no âmbito das políticas de área meio, realiza-se uma crítica do processo de planejamento estadual, em seus diversos níveis temporais (longo, médio e curto prazo), relacionando os principais instrumentos disponíveis.

Por sua vez, na área da saúde apresenta-se um estudo de caso da aplicação do modelo de gestão estratégica e de priorização de projetos e orçamento do Governo do Estado aplicado à gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) em Minas Gerais. Finalmente, na área da agricultura, traz-se um panorama histórico da evolução da gestão do Projeto Jaíba, uma ação voltada para o desenvolvimento econômico e social de uma região específica no norte do Estado e as implicações que essas mudanças na forma de gestão provocaram nos resultados do projeto.

Conclui-se o presente livro com um ensaio a respeito da relevância que deve ser conferida à ciência da administração, pari passu a importância notória da profissão de administrador, visando delinear os contornos do seu objeto de estudo específico.

Agradecemos, portanto, a todos os colaboradores e editores, bem como desejamos uma boa leitura!

Características
Número de páginas 146
Edição 1 (2014)
Formato A4 (210x297)
Acabamento Brochura
Tipo de papel Offset 75g
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 39,11
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 37,00
Ebook
R$ 12,27
Impresso
R$ 31,05
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 34,98
Impresso
R$ 33,90
Impresso
R$ 33,20
Ebook
R$ 12,27
Comentários
1 comentários
Sidnei Ismail
Segunda | 15.12.2014 às 17h12
Parabéns por seu livro