Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
História Rúnica
A literatura, arqueologia e sabedoria das runas
Categorias
Sociologia Da Religião, Geografia Humana, Arqueologia, Literatura Estrangeira, Ciências Humanas E Sociais, Antiguidades E Colecionáveis
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 2878 vezes desde 19/06/2018
Versão
impressa
R$ 60,95
Valor total:
R$ 60,95
Valor total:
R$ 60,95
Sinopse

Ráð þú RúnaR! História rúnica é um livro sobre runologia, a ciência por trás das runas. Nele você encontrará os diferentes alfabetos escandinávos, os provérbios rúnicos e as transcrições das pedras rúnicas.

Se você deseja aprender sobre as antigas letras nórdicas, este é o livro para você.

Características
Número de páginas 140
Edição 1 (2018)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Couche 90g
Fale com o autor
Allan P. Marante

Allan Marante, jornalista e pós-graduado em Comunicação Institucional. Autor dos livros "Paganismo Nórdico no Século XII", "Hávamál: As palavras de sabedoria de Óðinn", "Ynglinga Saga: A História dos Deuses e Reis Nórdicos" e "História Rúnica: A literatura, arqueologia e sabedoria das Runas".

Atua em grupos de estudos sobre o Paganismo e o seu impacto social. Ministra palestras sobre a desmistificação da fé nórdica no Brasil.

Iniciou sua pesquisa sobre a religiosidade nórdica ainda na adolescência. Durante a vida acadêmica, na faculdade de jornalismo, onde começou, através das teorias da comunicação, a buscar relações entre a sociedade e a religião, que em tempos antigos faziam parte da mesma esfera e conduziam a vida e a honra dos povos escandinavos.

Atualmente pesquisa teorias comportamentais para auxiliar o ser humano em suas relações pessoais e profissionais, com estudos de linguagem corporal, trabalho das expressões, metodologias de construção de diálogo e resolução de conflitos, capital intelectual e humano, e valorização das relações interpessoais, buscando afastar do cotidiano qualquer ato que possa ser compreendido como discurso de ódio.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários