Hospital da alma
Panegírico ao livro e ao conhecimento não alheio como meios de inteligibilidade da vida.
Categorias
Ciências Humanas E Sociais, Cultura Bíblica, Filosofia, Epistemologia, Filosofia / Religião
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 4042 vezes desde 10/10/2016
Versão
impressa
R$ 36,26
Valor total:
R$ 36,26
Versão
ebook
R$ 11,84
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 36,26
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

O livro físico é fundamental para adquirir o conhecimento próprio ou não alheio e acompanha os acontecimentos na Terra desde o surgimento da escrita como principal plataforma do conhecimento humano e a base da formação das civilizações.

Através das opiniões dos próprios autores literários mundiais, desde Sócrates e Platão, São Tomás de Aquino, Dante Alighieri, Jorge Luis Borges, Marcel Proust, Monteiro Lobato, Machado de Assis, Mário Ferreira dos Santos, até Umberto Eco, entre outros, demonstra-se a importância do livro na busca pela verdade e para o desenvolvimento das sociedades e das principais religiões. Também são abordados brevemente alguns fatos relevantes atuais dos cotidianos brasileiro e mundial, sempre tentando a aproximação com a verdade, que parece frequentemente forjada por diferentes grupos de interesse.

Foram valorizadas as obras literárias, científicas e religiosas, com o objetivo de enaltecer a produção intelectual do homem e o humanismo como filosofia de vida não religiosa, ao mesmo tempo em que as escrituras sagradas, muito mais antigas do que o racionalismo e o cientificismo, são frequentemente justificadas como as únicas capazes de responder algumas perguntas que o homem vem se fazendo ao longo de toda a história da humanidade.

Características
ISBN 9788592105600
Número de páginas 241
Edição 1 (2016)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 90g
Fale com o autor
Ricardo Alves Basso e Miriam Nucci

Ricardo Alves Basso é bibliófilo e médico patologista no Estado de São Paulo.

Comentários
0 comentários