Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Igreja, Denominação e Ministério
Novo Tratado de Teologia Pastoral
Categorias
Administração, Teologia, Vida Cristã
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1306 vezes desde 07/09/2017
Versão
impressa
R$ 30,80
Valor total:
R$ 30,80
Versão
ebook
R$ 12,92
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 30,80
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Os líderes que hoje chamamos de “pastores” tem suas raízes na tradição da Igreja Primitiva. Embora o pastorado seja considerado, na atualidade, um cargo, para os cristãos primevos era considerado um dom, ou, uma função. Eles usavam esta metáfora para referir-se ao caráter cuidadoso dos líderes para com a igreja de Deus, considerada rebanho do Senhor.

Hēgéomai – “Um funcionário que lidera", assume uma responsabilidade importante e, portanto, "lança um voto pesado" (influência) - e, portanto, merece a cooperação por aqueles que são liderados (Heb 13: 7, passivo, "estimar, comprovar fortemente”. A pessoa ou a influência que está liderando) (Bible Hub, 2004).

O Senhor Jesus empregou esta expressão a si mesmo e a Pedro no Evangelho de João, o que se perpretou a todos os principais líderes de todas as igrejas. Mas o rebanho de cristãos é composto por cordeiros e ovelhas, não por bodes e cabritos, isto é, a metáfora do pastor tem um sentido estrito de cuidar de gente com natureza de salvos, não de ímpios.

E, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes? E ele respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta os meus cordeiros.

João 21:15

Cristo diz que suas ovelhas são guiadas pela sua voz e o seguem. Ele vai adiante delas e as salva, mas acerca dos bodes o Senhor diz que serão banidos para o inferno. Assim começamos a entender o “conceito de pastorado”, e quanto mais nos apropriarmos desta metáfora, tanto mais próximo estaremos de um pastor nos moldes do Novo Testamento.

Características
Número de páginas 102
Edição 1 (2017)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Rogério de Sousa

Casado. Paulista. Bacharel em Teologia pela Faculdade Ibetel. Licenciado em Filosofia pelo Centro Universitário Claretiano. Especializado em Docência do Ensino Superior pela Faculdade Brasil. Licenciado em Pedagogia pela Universidade de Jales e Especializado em Psicopedagogia. Escritor. Articulista. Conferencista. Autor do Livro "Filosofia de Fronteira". Professor de Filosofia na Rede Pública de Ensino do Estado de São Paulo. Professor de Teologia no Seminário Teológico das Assembleias de Deus e no Instituto Bíblico Emill Brunner. Mantém um Canal no YouTube denominado Filosofia de Fronteira. Atua no Evangelho do Senhor Jesus como Evangelista da Convenção Geral das Assembleias de deus do Brasil.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 31,22
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 34,03
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 32,70
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 29,36
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 30,56
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 30,51
Ebook
R$ 12,92
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 39,11
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 37,00
Ebook
R$ 12,27
Impresso
R$ 31,05
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 34,98
Impresso
R$ 33,90
Impresso
R$ 33,20
Ebook
R$ 12,27
Comentários
0 comentários