O MENOSPREZO OCIDENTAL, LÁGRIMAS DE SANGUE
Contos e contas da Escravidão
Categorias
Biografia e Testemunho, Ciências Humanas E Sociais
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 4039 vezes desde 22/12/2014
Versão
impressa
R$ 44,04
Coloração
Valor total:
R$ 44,04
Versão
ebook
R$ 11,84
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 44,04
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Inúmeras foram as obras, os estudos, os ensaios que se debruçaram sobre o espinhoso tema da escravidão, no entanto pouco trabalho foi feito e desenvolvido pelos próprios africanos sobre o assunto e muito menos por um africano príncipe e descendente de escravo. Essa característica por si só proporcionaria uma grande importância a essa obra, mas tem mais. O autor foi mais fundo ainda interrogando os motivos mais escondidos da escravidão, mais escondidos desse “MENOSPREZO OCIDENTAL”, buscou trazer para o publico latino americano o que foi, e como se deu a escravidão na África pré-colonial.

E como se não bastasse ele decidiu apresentar figuras emblemáticas africanas e da diáspora que fizeram historia, mas que são pouco ou quase desconhecidos. Também há alguns documentos históricos tidos pela comunidade dos historiadores como importantíssimos que o autor levou ao conhecimento do público brasileiro, mostrando e revelando que a África, há muitos anos atrás, havia oferecido à humanidade uma declaração dos direitos humanos muito melhor que aquela está atualmente vigente.

E como para quebrar qualquer parede de desentendimento, ou de silêncio imposto pelos outros, entre o Brasil e a África ocidental francófona, ele resolveu trazer para o leitor brasileiro uma série de discursos chaves de chefes de Estados franceses e africanos. E fecha a obra em uma análise que não deixa a atualidade política africana de lado, o que possibilita uma compreensão ainda mais profunda daquilo que é a África de hoje. Portanto é uma pesquisa que apela para a juventude, a sociedade civil, as mulheres africanas e da diáspora para reverter de vez esse quadro no qual a África nunca sai ganhando.

A citação que mais sintetiza esse longo movimento histórico-social é: “No entanto, o ato inicial do comércio de escravos, no minimo bárbaro tornou-se um ato fundador de civilização.” Ele observa ainda a injustiça de um desenvolvimento que benefeciou apenas um lado: o Ocidente.

– Mohammed Aboua Kumassi Koffi Blaise, marfinense, doutor em Letras pela Universidade de São Paulo (USP).

Características
Número de páginas 416
Edição 1 (2014)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Tipo de papel Offset 90g
Fale com o autor
Dadiarra Sheik Modibo & Cheikh Moustafa B. Ndiaye

Dadiarra Sheik Modibo. É antes de tudo um Sheikh, um escritor, um poeta, um cineasta coreógrafo, teólogo muçulmano comunicador, sacerdote tradicionalista africano e uma liderança religiosa muçulmana que defende os direitos humanos e o pluralismo religioso. Presidente fundador da Comunidade Madinatu Munawara (C.M.M) uma associação caritativa.

Já realizou inúmeras palestras sobre diversos temas relacionados a África contemporânea e antiga. Viajou pelo mundo afora para poder viabilizar suas pesquisas hoje em formato de livro. Pretende em breve discursar sobre o relacionamento que se deve ter com os Orixás. Também é mais conhecido como “Grand-Papa”, um grande aluno da vida.

Grande amigo do Brasil estuda a variação social e cultural das sociedades humanas tanto do ponto de vista das organizações tradicionais como da família. Participou de vários projetos de dimensão internacional como observador livre. Ele fez pesquisas sobre a comunidade Haralaya em Cuba. E milita por um Mundo de paz e unidade e do respeito dos direitos humanos. Um Panafricanista de primeira ordem.

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 54,35
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 39,87
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 47,33
Impresso
R$ 36,02
Ebook
R$ 19,37
Impresso
R$ 54,92
Ebook
R$ 27,98
Impresso
R$ 60,82
Ebook
R$ 27,98
Impresso
R$ 165,98
Ebook
R$ 61,35
Impresso
R$ 44,41
Ebook
R$ 17,22
Comentários
0 comentários