Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
PRÁTICA DO AZUL
Categorias
Poesia, Literatura Nacional, Artes
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 394 vezes desde 29/07/2019
Versão
impressa
R$ 42,91
Coloração
Acabamento
Valor total:
R$ 42,91
Valor total:
R$ 42,91
Este livro pode estar à venda na:
Sinopse

"Pintar as cores do branco para esboçar a música do silêncio. Gestos mínimos, concisos, de um artista japonês: traços rápidos do pincel no espaço da tela para iludir a ideia de tempo, para alucinar a consciência da forma. Prática do azul é um tratado lógico do delírio, uma construção rigorosa do impreciso que nos fascina e seduz com a sua nervosa beleza. O poeta ordena uma realidade recriada, ou paisagem onírica, tirando os objetos de suas funções ordinárias para redesenhá-los, realinhá-los como entes do imaginário, mas sem abdicar do acurado jogo de linguagem e da pesquisa semântica". Com estas palavras, o poeta e crítico literário Claudio Daniel inicia a apresentação de Prática do azul, a sexta coletânea poética de Jorge Lucio de Campos, publicada originalmente em 2009 e agora relançada pela Clube de Autores.

Características
ISBN 978-85-624-4104-2
Número de páginas 89
Edição 1 (2019)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura
Tipo de papel Polen
Fale com o autor
Jorge Lucio de Campos

Jorge Lucio de Campos é poeta, ensaísta e professor da ESDI/UERJ. Publicou os ensaios Do simbólico ao virtual: a representação do espaço em Erwin Panofsky e Pierre Francastel (Perspectiva/EdUERJ,1990; Clube de Autores, 2020), A vertigem da maneira: pintura e pós-vanguarda na década de 80 (Diadorim/EdUERJ, 1994; Revan/FAPERJ, 2002; Clube de Autores, 2020), Pensar contra o deserto: lembretes filosóficos para jovens sábios (Clube de Autores, 2019; Amazon, 2020), O império do escárnio: aforismos de antropofobia (Clube de Autores, 2019), A travessia difícil: notas sobre o ético, o técnico e o estético na crise da modernidade (EdUERJ/FAPERJ, 2015; Clube de Autores, 2020) e as coletâneas poéticas Arcangelo (EdUERJ, 1991; Clube de Autores, 2019; Amazon, 2020), Speculum (EdUERJ, 1993; Clube de Autores, 2019; Amazon, 2020), Belveder (Diadorim/ADESA, 1994; Clube de Autores, 2019; Amazon, 2020), A dor da linguagem (Sette Letras, 1996; Clube de Autores, 2019; Amazon, 2020), À maneira negra (Sette Letras, 1997; Clube de Autores, 2019; Amazon, 2020), Prática do azul (Lumme, 2009; Clube de Autores, 2019; Amazon, 2020), Os nomes nômades (Clube de Autores, 2019; Amazon, 2020), Paisagem bárbara (Clube de Autores, 2019; Amazon, 2020), Sob a lâmpada de quartzo (Clube de Autores, 2019; Amazon, 2020), Desimagens (Clube de Autores, 2019; Amazon, 2020), Impertinências (Clube de Autores, 2019; Amazon, 2020) e Figuras para outras pessoas (Clube de Autores, 2019; Amazon, 2020).

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários