Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Uma viagem de descobrimento
A Cultura do Ver e do Ouvir e a Sala de Aula
Categorias
Educação, Linguagem Artística E Disciplinas
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 3135 vezes desde 17/11/2016
Versão
impressa
R$ 36,21
Valor total:
R$ 36,21
Valor total:
R$ 36,21
Este livro pode estar à venda na:
Sinopse

O autor buscou no amplo repertório dos educadores as fontes para sustentar suas inquietações, modificar suas práticas, problematizar suas próprias atividades e plantar sementes de uma postura educativa marcada também pela cultura do ouvir. Em uma sociedade que preza pelo visual, pelo excesso de imagens repetidas à exaustão nos mais diferentes tipos de telas – da TV aos smartphones - , investiga os caminhos da escuta, o aprendizado de posturas próprias para o ouvir, o encantamento e a curiosidade que caracterizam, ou deveriam caracterizar, o ambiente comunicativo/educacional de uma sala de aula.

José Eugenio Menezes

Pesquisador do Grupo Comunicação e Cultura do Ouvir no mestrado em Comunicação da Faculdade Cásper Líbero.

A preocupação central do livro é o bem ouvir, servindo-se, também, do rádio. Mas, o tema do ver antecede e prepara o leitor como um contraponto interessante, dada a hipertrofia do olhar em nossa época denominada de pós-moderna. Na verdade, o que foi hipertrofiado foi uma maneira de olhar seduzida pela força de imagens que criam, distorcidamente, o real na forma de simulacro, filtrando-o de certa maneira e em certas direções.

Marcos Antônio Lorieri

Professor e pesquisador do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Nove de Julho.

Características
ISBN 978-85-64137-81-3
Número de páginas 207
Edição 1 (2016)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Carlos Eduardo de Almeida Sá

A Todas as Musas surgiu no universo editorial on-line em Julho de 2009, com a publicação do primeiro número da sua revista acadêmica. Mantendo rigorosamente os seus níveis de qualidade e periodicidade, essa publicação chegou, em fevereiro de 2011, ao seu quarto número, tendo sido já avaliada pela CAPES como B2 (excelente qualificação para uma revista independente).

A partir de 2010, a revista começou a ser impressa e a editora iniciou seus trabalhos no sistema de impressão sob demanda.

Comentários
0 comentários