O EVANGELHO SEGUNDO A MULHER DE SAMARIA
BEBA DA ÁGUA DA VIVA!
Categorias
Bíblias, Bíblia, Vida Cristã, Religião, Mensagens
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 880 vezes desde 01/12/2017
Versão
impressa
R$ 32,37
Valor total:
R$ 32,37
Versão
ebook
R$ 11,84
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 32,37
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

“Talvez tentando evitar o encontro com as mulheres respeitáveis da cidade, que iam encher seus cântaros ao amanhecer e ao pôr-do-sol”. “A mulher samaritana” foi ao poço ao meio dia, no período mais quente do dia. Essa mulher imoral, que já tinha tido cinco maridos, estava vivendo com um homem com quem também não era casada.

Ao passar propositadamente por Samaria, a caminho da Galiléia, Jesus encontrou essa mulher no poço de Jacó, perto da cidade de Sicar, e falou com ela, quebrando três importantes regras sociais:

Em primeiro lugar, as mulheres eram consideradas muito inferiores aos homens. Um homem do Oriente Médio jamais falaria com uma mulher em público, mesmo que ela fosse sua esposa, mãe ou irmã.

Em segundo lugar, os judeus não falavam com os samaritanos, pois achavam que eles haviam traído sua fé ao realizarem casamentos com estrangeiros, judeus e samaritanos se odiavam mutuamente e evitavam qualquer contato.

Em terceiro lugar, nenhum homem respeitável, especialmente um mestre falaria com uma mulher de tão má reputação. Aquela mulher era socialmente rejeitada.

Jesus ignorou todas essas barreiras sociais ao conversar com a samaritana. Ele se revelou como o Messias que todos aguardavam ansiosamente, oferecendo perdão, redenção e uma nova vida. Ela bebeu da taça de água viva que Jesus lhe ofereceu e foi correndo até a cidade, para dar a notícia àquelas mesmas pessoas que a desprezavam: o povo de Samaria. Ao chegar lá, proclamou radiante e sem qualquer constrangimento a vinda do Messias prometido.

O povo de Samaria também ansiava pela água viva e respondeu com entusiasmo à mensagem de Cristo. Anos depois, Jesus ordenou a seus discípulos que fossem testemunhar em Samaria (Atos 1:8), e um diácono chamado Filipe abriu ali uma missão (Atos 8:5). “Contudo, a primeira pessoa a proclamar as Boas-Novas de Jesus Cristo aos habitantes de Samaria foi uma mulher pecadora e imoral que bebeu da água que Jesus lhe ofereceu e foi perdoada, lavada e regenerada e nunca mais voltou a ter sede.” Apud A Bíblia da Mulher Leitura Devocional p.1310.

A mensagem nas entrelinhas da mulher samaritana não está ligada apenas a ela, e sim a todo um contexto vivido por Jesus, seus discípulos e seus seguidores naquele tempo. Os seguidores de Jesus eram desprezados por pertencerem em geral às regiões mais pobres da Judéia e da Galileia em especial da Galileia, e também eram perseguidos por aceitarem um padrão religioso diferente do que seria considerado normal para aquela época. Jesus então vai utilizar os fatores existentes à mão para deixar a mensagem que perduraria pelos milênios até os dias de hoje e pela eternidade até quando Ele voltar. Este devocional pretende evidenciar a importante iniciativa de uma mulher, discriminada por seus próprios conterrâneos e, que em decorrência de um importante e singular encontro com o Redentor Jesus, começou a espalhar as boas novas por toda a Samaria. De fato a mulher samaritana a partir desse evento, pode anunciar a alegria e prazer de beber, da fonte de água viva que é Jesus Cristo Nosso salvador!

Características
Número de páginas 140
Edição 1 (2017)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
ADEMAR DA SILVA CAMPOS

Sou professor de Geografia e Geógrafo. Possuo mais de 30 anos de docência, sendo 6 anos no ensino superior. Natural de Belém, capital do estado do Pará.

Tendo experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia e com Especialização em Metodologia do Ensino Superior e História da Amazônia possuindo livros didáticos publicados e para-didáticos nesta área. Participou da mesa elaboradora de processos seletivos em algumas faculdades privadas no Pará e Amapá, tais como: FIBRA, UVA, FAZ e IMMES. Foi membro do Conselho Deliberativo do Clube do Remo na gestão do então presindente Dr. Ubirajara Salgado no período 2002-2006. Foi coordenador do processo seletivo da Universidade Vale do Acaraú em diversos municípios dos Estados do Pará e Amapá, a saber: Portel(2002), Breves(2003), Rodon do Pará(2004), Abaetetuba(2005), Redenção(2005) e Melgaço(2007) no Pará; Calçoene, Tartarugalzinho, Santana, Macapá, Mazagão e Laranjal do Jari (no Amapá) todos em 2006. Atuou na Universidade Vale do Acaraú(UVA) - Pa de Agosto de 2006 a Julho de 2011. Atua como professor no Sistema de Organização Modular de Ensino (SOME) no Estado do Pará, URE 11, nas disciplinas de Geografia e Estudos Amazônicos. É docente desde 1983 na Secretaria de Estado de Educação (SEDUC-PA).

Nome do link: Conjunto Ipaupixuna

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários