O FILHO SUPOSTO
Poesia
Categorias
Poesia, Literatura Nacional, Ficção
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 162 vezes desde 19/03/2019
Versão
impressa
R$ 29,56
Valor total:
R$ 29,56
Valor total:
R$ 29,56
Sinopse

Este é o meu quinquagésimo livro. Não vou dizer que não tenho orgulho deste número e que me empenho mesmo para que ele evolua para quantidades cada vez mais admiráveis. São pouquíssimas coisas que nos dão prazer neste ofício, ainda que por uma banalidade. Mas apesar dos pesares isto não é muito. Oito títulos deste total são de poesia bruta, apenas copiladas dos cadernos, sem instrução nenhuma. Outros oito tratam-se da Coleção Marco Zero, são antologias destes primeiros. No final das contas é tudo exercício. Não tem nada absolutamente inédito ou nada que eu também não tenha reescrito e dado uma cara nova em relação ao original. As revisões são infindáveis. O que sempre demanda que eu adquira um acervo atualizado. Eu desisti de vender. Só o trabalho que dá, não vale a pena, além da dedicação integral que isto exige. Vou distribuindo os acervos antigos, às vezes privilegiando os que ainda não conhecem a minha obra, às vezes oferecendo para quem realmente quer. O livro perdeu-se na História, assim como as mídias impressas, os CDs e DVDs. Ele ainda sobrevive pelo ranço da obsolescência, daquilo de extrair-se até a última gota. Não existe uma estratégia inteligente para que os suportes não se percam, para que a escala de produção não se comprometa e o livro permaneça ainda com algum gás. Seu futuro muito provavelmente será como o do vinil. Subsistirão os sebos e publicações viáveis a custos exorbitantes. Não é pouca coisa. Mas é o último suspiro. Pode até ser que venha uma nova onda, mas a chance é de realmente acabar. Em termos comerciais, nem em outro país nem nos áureos tempos - se algum dia nós os tivemos - esta produção toda minha é viável. Se tem algo na vida que pra mim é caríssimo é a minha poesia. Qualquer figura que ultrapassa o meu limite tênue de favores e opiniões eu mando ir pastar sem dó. Isto me compromete assaz, pois é também a regra geral. Dentro do meio independente as visões são muito pouco consolidadas e tudo que sai é na bacia das almas. Poesia é um gênero amigável, metade do mundo a produz, é a forma mais comum de expressão e, portanto com uma oferta enorme no mercado. Ninguém quer. O sujeito paga pra ser publicado, mas o destino destes livros é amiúde desolador. Cinquenta, cem... Talvez fosse bom ter um só, um resumo fino da minha alma em que o leitor se desse por satisfeito. Mas isso é impossível. E para ambas as partes!

Características
Número de páginas 98
Edição 1 (2019)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
André Alvim Resende

André Alvim Resende nasceu em Brasília no dia 7 de Abril de 1971. Em Agosto de 1984 mudou-se de Brumado na Ba para Pouso Alegre MG. Lá estudou no colégio São José que anualmente promovia concursos literários, o que despertou o seu gosto pela escrita e ele começou a escrever os seus primeiros versos. Em 1989 mudou-se para Belo Horizonte, onde na PUC-MG formou-se em Psicologia em 1994. André é especialista na área de RH, mora atualmente em Uberlândia MG, e nunca deixou de se dedicar à poesia. Possui diversos livros publicados no clube de autores www.clubedeautores.com.br . As suas influências seguem pelo caminho seguro dos nossos grandes nomes da poesia como Drummond, Vinícius, Manuel Bandeira, Cruz e Souza, João Cabral de Melo Neto, como também o chileno Pablo Neruda. Ademais, entra toda a riqueza da MPB que cotidianamente e como expressão maior da nossa cultura, tem forte reflexo na sua escrita, como Gil, Caetano, Chico, Tom Jobim, e os grandes nome da atualidade, como Lenine, Zeca Baleiro, Otto e muitos mais.

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários