Dor Inafiançável
Poesia Reunida
Categorias
Poesia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 2569 vezes desde 26/07/2013
Versão
impressa
R$ 48,84
Valor total:
R$ 48,84
Valor total:
R$ 48,84
Sinopse

A perda. Toda a sua monstruosa subtração. Deus e a sua monumental cagada! A Sua inquietação de querer nos testar. De ter-nos ao Seu alcance nem que seja pela vertente do ódio. Ele e a Sua desgastante falta do que fazer. O Seu apelo à Sua criação, que O crie, que O vigie, que Lhe dê parâmetros... Deus e a Sua infinita bondade oscilante, a Sua onipresença falha, as Suas providências duvidosas, o Seu tão bem organizado caos... O que fazer se somos descendentes de europeus; se sou ainda de uma família italiana cuja cultura cristã está enraizada por mais de dois milênios? Acreditar em Deus é loucura, não acreditar também! Respeito os ateus, mas suspeito da solidez de suas convicções. Racionalmente, eu já teria montado uma igreja pra mim, ou pelo menos insistiria mais em me tornar um funcionário público. Por mais que eu já tenha tentado enxergar desta ou daquela maneira, não aceito a morte da minha esposa. “Dor Inafiançável” é o dedo na cara dos ingratos, é a minha queda de braço com a fé, é uma tentativa de juntar-me os pedaços... É tudo que uma temperança visceral ordenou que não fosse dito na hora, para que no mínimo se encurtasse toda decepção, toda desorientação, toda estupidez... E que está aqui documentado como uma promissória preenchida pelo horror para que realmente fique claro quem é o vagabundo!

“Dor Inafiançável” tem uma seqüência alfabética e não cronológica, foi criado diretamente no computador, ou pelo menos ainda não tem nada preto no branco que o sustente. A escrita ganha limpidez e ao mesmo tempo escuridão. Nada mais sombrio do que uma memória digital. Peca por não ter uma linha mestra construída talvez. Escrito entre os anos de 2010 a 2013, a época mais dura da minha vida.

Características
Número de páginas 435
Edição 1 (2013)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
André Alvim Resende

André Alvim Resende nasceu em Brasília no dia 7 de Abril de 1971. Em Agosto de 1984 mudou-se de Brumado na Ba para Pouso Alegre MG. Lá estudou no colégio São José que anualmente promovia concursos literários, o que despertou o seu gosto pela escrita e ele começou a escrever os seus primeiros versos. Em 1989 mudou-se para Belo Horizonte, onde na PUC-MG formou-se em Psicologia em 1994. André é especialista na área de RH, mora atualmente em Uberlândia MG, e nunca deixou de se dedicar à poesia. Possui diversos livros publicados no clube de autores www.clubedeautores.com.br . As suas influências seguem pelo caminho seguro dos nossos grandes nomes da poesia como Drummond, Vinícius, Manuel Bandeira, Cruz e Souza, João Cabral de Melo Neto, como também o chileno Pablo Neruda. Ademais, entra toda a riqueza da MPB que cotidianamente e como expressão maior da nossa cultura, tem forte reflexo na sua escrita, como Gil, Caetano, Chico, Tom Jobim, e os grandes nome da atualidade, como Lenine, Zeca Baleiro, Otto e muitos mais.

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários