NA BEIRA DO CAIS

Por JOSÉ REZENDE MENDONÇA

Código do livro: 403221

Categorias

Ecologia, Conservação Ambiental e Proteção, Árvores & Florestas, Natureza, Geografia E Historia, Ciências Humanas E Sociais

Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1712 vezes desde 20/10/2021
Versão
impressa
R$ 60,99
Coloração
Valor total:
R$ 60,99
Versão
ebook
R$ 43,96
Leia em Pensática
Valor total:
R$ 60,99
Este ebook também pode estar à venda na:

Sinopse

SINOPSE

“Se você apagasse todos seus erros do passado,

você apagaria toda a sabedoria do seu presente”

Autor Desconhecido

A finalidade principal com a elaboração deste livro, é mostrar na linha do tempo, sobre praticamente tudo que ocorrera no Cais do Porto do Cacau, e o seu entorno. São recordações da infância a sênior, que envolvem a misteriosa Baía do Pontal, na cidade de Ilhéus. Que é tão antiga quanto, a criação das Capitanias Hereditárias, em registros históricos, relatos individuais e pesquisas faladas ou orais.

Os primeiros registros, dão conta do Rio dos Ilhéos, hoje Rio Cachoeira, o principal formador desta baía; e os rios Santana, Fundão (Itacanoeira); Ilha do Frade e o Canal do Jacaré.

A história mais importante do Cais do Porto do Cacau, na Baía do Pontal, na cidade de Ilhéus/Bahia, começa com a expansão da lavoura do cacau, no início do século XX, (1910) com a necessidade da instalação de um ancoradouro fluvial na foz do Rio Cachoeira. Em 1911 foi firmado um contrato entre o governo federal e o senhor Bento Berilo de Oliveira, para a construção de uma ponte e um cais. Finalmente, em 17 de maio de 1920, numa parceria entre o município e a iniciativa privada, foram realizadas obras que transformaram o antigo ancoradouro no primeiro porto de Ilhéus. Começa então, a partir daí, o progresso com o crescimento da cidade de Ilhéus e toda região do cacau, entre coronéis, cacau, chocolate, estrada de ferro, violência, lazer, cassino e mulheres.

Características

Número de páginas 335
Edição 1 (2021)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Tipo de papel Offset 90g
Idioma Português

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

JOSÉ REZENDE MENDONÇA

José Rezende Mendonça (1951) é natural do bairro do Pontal/Ilhéus/BA. Estudou na EMARC/CEPLAC/Uruçuca/BA, no período de 1969 a 1971, onde concluiu o curso de Técnico Agrícola. Em 03.01.1972, começou sua vida pública na Divisão de Geociências, no CEPEC.

Foi professor de 1975/1976, ministrando aula para alunos de Agrimensura da EMARC, nas disciplinas de Cartografia, Hidrologia e Aerofotogrametria. Ensinou também na UESC em 1989, para a primeira turma de Geografia.

Especializou-se em Aerofotogrametria e Cartografia (Fotos aéreas, imagens de Radar e Satélite), nos Serviços Aerofotogramétricos Cruzeiro do Sul/Rio de Janeiro. Participou de vários projetos técnicos científicos, com diversas publicações a nível nacional e internacional. Com destaque para o trabalho “45 Anos de Desmatamento do Extremo Sul da Bahia”, publicado e patrocinado, pelo Jardim Botânico de Nova Iorque, em 1994.

Criou o primeiro Museu de Solos (Macromonolitos) do Brasil, exposto permanentemente na GEOCIÊNCIAS/CEPEC/CEPLAC. Em 28.06.2015, foi condecorado com a Comenda de São Jorge de Ilhéus, pelo reconhecimento público municipal, pela sua importante contribuição para o desenvolvimento de Ilhéus.

LIVROS PUBLICADOS

# Em 1978 – Publicou o livro Povoados e Vilas do Sudeste da Bahia. Publicado na Gráfica Ceplac/Ilhéus, com 52 páginas.

# Em 2000 - Publicou o Livro Terra Avistada por Cabral – 500 Anos de Devastação da Mata Atlântica, com coautoria de Luiz Ferreira da Silva. Publicado pela Editora EDITUS/UESC/Ilhéus, com 27páginas.

# Em 2007 - Publicou o livro Pontal Ontem & Hoje sobre a história do bairro do Pontal. Publicado na Gráfica Jeff-Set/Itabuna, com 152 páginas.

# Em 2009 - Publicou o livro Pontal Ontem & Hoje em sua 2ª edição, ampliada e atualizada do livro. Publicado pela Gráfica Jeff-Set/Itabuna, com 209 páginas.

# Em 2014 - publicou o Livro – Pontal entre o Passado e Presente. Publicado na Gráfica Jeff-Set/Itabuna, com 391 páginas.

# Em 2015 - Publicou um livreto, sobre o Centenário da Paróquia São Batista. Publicado na Gráfica CEPLAC/Ilhéus Bahia, com 23 páginas.

# Em 2019 - Publicou em coautoria o livro – Foi Assim – “Memórias de 20 estudantes que passaram pela EMARC no período de 1969/1971”, em comemoração aos 50 anos de EMARC. Publicado pela Editora Via Literatum, com148 páginas

# Em 2021- Publicou o livro Memórias da Infância – “Lá vem o Bicho Papão”, publicado pela Editora Clube de Autores, com 99 páginas

# Em 2021- Publicou o livro Relatos Ambientais – “A Mata Atlântica e o Cacaueiro, Verdades & Mentiras”. Publicado pela Editora Clube de Autores, com 185 páginas.

# Em 2021 - Publicou o livro Na Beira do Cais – “Sucessos, Fracassos e Esperanças”. Publicado pela Editora Clube de Autores, com 335 páginas.

# Em 2022 – Publicou o livro Museu de Solos da Ceplac- “1º do Brasil em Macromonolitos”. Publicado pela Editora Clube de Autores, com 211 páginas.

# Em 2022 – Publicou o livro Netos-Pintando o Sete. Publicado pela Editora Clube de Autores, com 260 páginas.

# Em 2022 – Publicou o livro Rabiscos da Infância, com coautoria de Raphael Mendonça de Macêdo. Publicado pela Editora Clube de Autores, com 160 páginas.

# Em 2022 - Publicou o livro O Afilhado de Iemanjá e o Candomblé. Publicado pela Editora Clube de Autores, com 67 páginas.

# Atualmente é responsável pela divulgação nas Redes Sociais, da história de Ilhéus, em fotos antigas, documentos e mapas dos séculos: XVII, XVIII, XIX e XX

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 54,03
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 54,00
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 49,62
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 56,59
Ebook
R$ 27,01
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

1 comentários
Jean Carlos Sampaio Mendonça
Quarta | 10.11.2021 às 08h11
Gostaria de saber como anda o pedido de numero: 678826 em nome de meu filho, JEAN CARLOS SAMPAIO MENDONÇA Grato JOSÉ REZENDE MENDONÇA - Autor do livro na BEIRA DO CAIS.