Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
DE VOLTA À FILOSOFIA
O CAMINHO PARA A ELEVAÇÃO E/OU REDENÇÃO HUMANA
Categorias
Ciências Humanas E Sociais, Filosofia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 29422 vezes desde 17/03/2014
Versão
impressa
R$ 47,73
Valor total:
R$ 47,73
Valor total:
R$ 47,73
Este livro pode estar à venda na:
Sinopse

“Os homens voltarão à filosofia como um homem que volta para os braços da mulher amada depois de uma briga.” (KANT, Immanuel. In: HANNAH Arendt – A condição humana.)

A HISTÓRIA E O SENTIDO DESSE LIVRO

Esse livro nasceu a partir de um momento de náuseas, caos existencial, no qual todo ser pensante, mais cedo ou mais tarde, tende a passar e onde todos os nossos valores são postos em xeque, sendo passíveis de quebras, a marteladas, como nos diria Nietzsche. Depois das náuseas e do caos, só resta ao ser três possibilidades:

A) Voltar a ser ele mesmo;

B) Tornar-se patológico; ou...

C) Transcender.

Na primeira, o ser não evolui: quer ser ele mesmo; o mesmo eu sempre. Na segunda, o ser perde a lógica da razão e aprisiona-se no seu próprio mundo. Na terceira, o ser transcende, isto é, passa a querer criar e dar sentido à sua própria existência.

Optei pela terceira e, assim nasceu essa, como tantas outras obras. Quase todas, portanto, centradas em temáticas cujas essências são de cunho filosófico, com fundamentações em epistemologias de pensadores independentes, como também em diferentes escolas. Todavia, obras que trazem em si o olhar, o ato de filosofar original do autor, a partir das seguintes premissas:

1) Na sociedade capitalista em que se vive, como diria Jean-Paul Sartre, “tudo é aparência e engano”.

2) Os valores do capital, nos quais ressaltamos o individualismo e a meritocracia, têm sido estabelecidos como uma espécie de corolário de estado. Ou seja, sistematizados como conteúdo ético de toda a sociedade, principalmente através das instituições educativas, nas quais destacamos a escola;

3) Dentro desse contexto de catástrofes sociais, econômicas e humanas, urge que se construam alternativas visando a retomada ou o resgate dos processos de humanização e emancipação intelectual.

Em outras palavras, acreditamos que “cidadão” é aquele que, além de possuir os direitos de cidadania, é também aquele que possui condições sociais, econômicas e intelectuais de poder participar ativamente dos rumos da pólis. Sendo assim, esta obra tem a finalidade de buscar possibilitar aos diferentes grupos sociais excluídos o desenvolvimento dos caminhos para a tomada de consciência sobre temáticas óbvias do cotidiano, mas, que, ao mesmo tempo, são complexas e paradoxais, isto é, despercebidas a olho nu.

Possibilitar o “estranhamento” do óbvio, o desvelamento do comum, a partir de um olhar filosófico, eis a finalidade desta obra.

Esperamos que ela possa contribuir à formação de uma geração menos alienada e descomprometida com as questões sociopolíticas e humanitárias, e, portanto, mais consciente, emancipada e transformadora da realidade de si e do mundo em que se vive.

Características
ISBN 9781497335233
Número de páginas 147
Edição 1 (2014)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
CLEBERSON EDUARDO DA COSTA

Cleberson Eduardo da Costa (mais de 100 livros publicados, muitos deles traduzidos para outros idiomas), natural do Rio de Janeiro, é Graduado pela (UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro/1995-1998), Pós-graduado em educação (UCAM – Universidade Candido Mendes), Pós-graduando em Filosofia e Direitos Humanos (UCAM – Universidade Candido Mendes), Mestre e Doutor (livre) em Filosofia do conhecimento (epistemologia) e Pedagofilosofia Clínica (FUNCEC - pesquisa, ensino e extensão), Pesquisador, Professor universitário, Especialista em metodologia do ensino superior, Licenciado em Fundamentos, Sociologia, Psicologia e Filosofia da educação, Didática, EJA (educação de Jovens e adultos) etc.

Além disso, foi aluno Especial do Mestrado em Educação (1999-2001/PROPED/UERJ), matriculado, após aprovação em concurso, nas disciplinas [seminários de pesquisa] “ESTATUTO FILOSÓFICO” (ministrado e coordenado pela professora Drª Lilian do Valle); e “POLÍTICAS EDUCACIONAIS NO BRASIL E NA AMÉRICA LATINA” (ministrado e coordenado pelo professor Dr. Pablo Gentili).

Estudou também no curso de MBA em Gestão Empresarial pela FUNCEFET/RJ/Região dos Lagos (2003-2005); no curso de Pós-Graduação em Administração e Planejamento da Educação pela UERJ (1999-2000); e realizou vários cursos livres e/ou de aperfeiçoamento nas áreas da filosofia e da psicanálise por instituições diversas, entre elas a FGV (Fundação Getúlio Vargas) e a SBPI (sociedade brasileira de psicanálise integrada).

De 1998 a 2008, atuou como professor de ensino superior (Instituto Superior de Educação da UCAM/universidade Cândido Mendes) nos campus universitários de Niterói, Nova Friburgo, Araruama, Rio de Janeiro, Teresópolis, Rio das Ostras, etc.

Participou (em sua trajetória profissional e/ou intelectual acadêmica) de diversas pesquisas, como, por exemplo, o projeto UERJ-DEGASE, relativo à (EJA) e também em pesquisas centradas em problemáticas políticas, filosóficas e pedagógicas com professores renomados, como Pablo Gentili (UERJ/CLACSO), Cleonice Puggian (UNIGRANRIO), Carla Imenes (UEPG), Cristiane silva Albuquerque (UERJ), Marco Antonio Marinho dos Santos (OCA/RJ) entre muitos outros.

Atualmente dedica-se à docência universitária; a pesquisas em educação; a consultorias relativas à educação, no sentido do aprimoramento, da superação e do desenvolvimento humano; à realização de palestras acadêmicas e multiorganizacionais e à produção de obras nos mais diversos campos do saber.

[email protected]

Comentários
0 comentários