Go_to_top Bar
Seu carrinho está
vazio
Olá

Clube de Autores é a maior comunidade de autopublicação da América Latina. Inicie agora!

Livro Famílias Endogâmicas do Vale do Acaraú

Por: Vicente Freitas Denunciar

Ajaxloader
por
R$ 75,22
por
R$ 44,13

Sinopse

Quando o Brasil foi dividido em Capitanias, a de Pernambuco foi doada a Duarte Coelho Pereira, notável capitão português, por carta régia de 10 de abril de 1534. Na época, Pernambuco era habitado na costa, desde o rio São Francisco até Itamaracá, pelos Caetés, tribo selvagem e feroz, e desde Itamaracá até o rio Abiay, que era a divisão com a Paraíba, pelos índios Tabajaras. Duarte Coelho, filho de Gonçalo Pires Coelho e neto paterno de Martim Coelho, oriundo da antiga e nobilíssima linhagem dos Coelhos — era casado com D. Brites de Albuquerque, filha de Lopes de Albuquerque e D. Joana de Bulhões. Do porto de Lisboa partia para o Brasil, acompanhado da esposa D. Brites de Albuquerque, do cunhado Jerônimo de Albuquerque, diversas famílias e o pessoal necessário para a fundação da colônia. Em 9 de março de 1535, fundeou a armada no porto de Itamaracá e Duarte Coelho saltou com sua gente, nas margens do rio Igarassu, no sítio denominado Marco, limite das suas terras com as de Itamaracá. Jerônimo de Albuquerque, nascido no começo daquele século, era então um rapaz forte e dotado de intrepidez e bravura, em virtude do que lhe deram o lugar de um dos primeiros capitães e dos vultos mais notáveis da colônia. Prisioneiro de guerra e condenado à morte sucumbiria se não tivesse a felicidade de cair no agrado de uma das filhas de Arco Verde, velho chefe dos Tabajaras. Em 1562, em obediência a uma carta de D. Catarina de Áustria, rainha de Portugal, Jerônimo casou-se com Felipa de Mello, filha de Dom Cristóvão de Mello. Segundo D. Catarina, sendo ele o sobrinho de D. Afonso de Albuquerque, descendente de reis, não deveria seguir a “lei de Moisés”, isto é, manter “trezentas concubinas”. Do casamento com D. Felipa de Mello nasceram 11 filhos: João, Afonso, Cristóvão, Duarte, Jerônimo, Cosme, Felipe, Isabel, Maria, além de 2 que morreram logo após o nascimento. Assim, Jerônimo de Albuquerque teve 24 filhos, entre legítimos e legitimados, o que lhe valeu o apelido entre os historiadores de “Adão Pernambucano”. De Jerônimo de Albuquerque, descende, no Ceará — os Fernandes Vieiras, os Feitosas, os Mellos, os Montes, os Xerez e muitas das tradicionais famílias, notadamente as que povoaram, como pioneiras, o vale do Acaraú. Registra-se o fato entre descendentes de meus ancestrais — Araújo Costa, Carrasco, Carneiro, Dutra, Fonteles, Rocha, Silveira, Vasconcelos e outros mais. Essas sucessivas interligações de parentes, notadamente em certos grupos, formam as famílias do Vale do Acaraú, por todos os ramos, oriunda das mais antigas e distintas, quer do Brasil Colonial, quer mesmo de Portugal. É o que se pode verificar na leitura destas notas.

Categorias: Historiografia, Geografia E Historia, Geografia Humana, Ciências Humanas E Sociais, Não Ficção, Estudos Da Etnia
Palavras-chave: cronologia, genealogia, história

Características

Cover_front_perspective
Número de páginas: 422

Edição: 1(2017)

ISBN: 978-85-9161-414-1

Formato: A5 (148x210)

Coloração: Preto e branco

Acabamento: Brochura c/ orelha

Tipo de papel: Offset 75g

Reconhecimento

Sobre o autor

Mini
Vicente Freitas

Vicente Freitas de Araújo (Bela Cruz, Ceará, 11 de fevereiro de 1955) é um editor, escritor, poeta, historiador e artista plástico brasileiro. Filho de José Arimathéa de Freitas e Dona Maria Rios de Araújo. Depois de estudar em algumas escolas de sua cidade natal, mudou-se para Fortaleza, passando então a conviver com um grupo de escritores e poetas, frequentadores da Casa de Juvenal Galeno. Licenciado em História e Geografia, pela Universidade Estadual Vale do Acaraú, UVA. É autor dos livros: Almanaque poético de uma cidade do interior (1999); Bela Cruz — biografia do município (2001); O Carpinteiro das Letras (2005); Bela Cruz — famílias endogâmicas (2010); Corpo — acorde arpejado (publicado em Lisboa, 2012); História abreviada de Bela Cruz (2013); Bela Cruz — cronologia do município (2014); Famílias endogâmicas do Vale do Acaraú (2015); Linhares Filho — Príncipe dos Poetas Cearenses (2016); Fernando Pessoa — Fragmentos de uma Autobiografia (2017). Participou de várias coletâneas, dentre as quais: Poetas brasileiros de hoje, Shogun Arte Editora, (1992); Contos e poemas do Brasil, Litteris Editora, RJ (1997); Os melhores da literatura, Litteris Editora, RJ (1998); Sonhos e expectativas, Scortecci Editora, SP (1999); Seleção de poetas noctívagos, Scortecci Editora, SP (2001); Três milênios de poesia e prosa, Fortaleza (2003). É verbete da Enciclopédia de literatura brasileira, de Afrânio Coutinho e J. Galante de Sousa (2001). Organizou antologias sobre — José Albano, Juvenal Galeno, Linhares Filho, Manoel de Barros, Fernando Pessoa, e outros. Foi um dos finalistas do prêmio nacional de poesia Menotti del Picchia 2000, e do internacional Von Breysky 2001.


Mais publicações desse autor

Comentários - 0 comentário(s)


Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


Como funciona

Passo 1

Você publica seu livro online, gratuitamente.

Passo 2

Você diz quanto quer receber de direitos autorais.

Passo 3

Nós vendemos e você recebe o dinheiro por depósito direto na sua conta.

Serviços profissionais

Conheça nossos serviços

São vários serviços para auxiliá-lo em sua obra:

Depoimentos

"O ritmo acelerado dos tempos atuais demandam soluções criativas que acompanhem esta velocidade. Publicar meu livro no Clube de Autores permitiu a divulgação de minhas teses muito antes do tema se tornar relevante na mídia. O resultado foi a ampliação de minha rede de contatos e o reconhecimento..."

Sidnei Oliveira

Formas de Pagamento (até 12x)

Segurança

Print


Clube de Autores Publicações S/A   CNPJ: 16.779.786/0001-27

Rua Otto Boehm, 48 Sala 08, América - Joinville/SC, CEP 89201-700