Palavra Profícua
Poesia Reunida
Categorias
Poesia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 2545 vezes desde 26/07/2013
Versão
impressa
R$ 48,56
Valor total:
R$ 48,56
Valor total:
R$ 48,56
Sinopse

O casamento e a inversão do macho... A submissão às regras da casa... Principalmente às regras... A saída da zona sul para um subúrbio pobre, distante. Uma pobreza às vezes traduzida numa simplicidade... Os papagaios em punhos dos moleques azuis fazendo hora extra sob os barrancos; a solidariedade honesta, desprendida... A vizinhança gentil, que no mundo dos automóveis e condomínios fechados dos edifícios das regiões mais nobres é quase inviável! Distante; no suplício dos ônibus lotados, na disputa acirrada por espaço... A condição precária da nova casa... Casa que se adentrou sem vidros as janelas, sem telhado, em piso grosso... Casa que consumiu até os ossos, erguida no sufoco... E mais o drama de aceitá-la, de entender o que se havia perdido, o que agora se somava... E não sem muito vinho; o anestésico do álcool para aguentar as vidas unidas, mulher e marido, concessões imperativas, imperativos convívios... Gatos e pernilongos, os temperamentos explosivos... Mas a constatação de um homem feito. Um poeta que agora apresenta os indícios de uma verve madura. Seu trânsito transcende gênero, classe e ordem... Palavra profícua é este intumescido falo!

Reunião de vários cadernos experimentais e outros que simplesmente foram aproveitados na urgência da escrita, que agora disputava a atenção num ambiente habitado, a solidão raramente disponível. “Palavra Profícua” espeta e amarga, adula e subjuga, tem esta aparência pontiaguda... Os anos que se seguiram o meu casamento, de 2004 a 2010 provavelmente. Anos que forçadamente eu tive que mantê-los no meu estômago... Que muitas vezes quiseram explodir! Num homem que ainda numa condição adversa, agora respondia por um lar.

Características
Número de páginas 428
Edição 1 (2013)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
André Alvim Resende

André Alvim Resende nasceu em Brasília no dia 7 de Abril de 1971. Em Agosto de 1984 mudou-se de Brumado na Ba para Pouso Alegre MG. Lá estudou no colégio São José que anualmente promovia concursos literários, o que despertou o seu gosto pela escrita e ele começou a escrever os seus primeiros versos. Em 1989 mudou-se para Belo Horizonte, onde na PUC-MG formou-se em Psicologia em 1994. André é especialista na área de RH, mora atualmente em Uberlândia MG, e nunca deixou de se dedicar à poesia. Possui diversos livros publicados no clube de autores www.clubedeautores.com.br . As suas influências seguem pelo caminho seguro dos nossos grandes nomes da poesia como Drummond, Vinícius, Manuel Bandeira, Cruz e Souza, João Cabral de Melo Neto, como também o chileno Pablo Neruda. Ademais, entra toda a riqueza da MPB que cotidianamente e como expressão maior da nossa cultura, tem forte reflexo na sua escrita, como Gil, Caetano, Chico, Tom Jobim, e os grandes nome da atualidade, como Lenine, Zeca Baleiro, Otto e muitos mais.

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários