Go_to_top Bar
Seu carrinho está
vazio
Olá

Clube de Autores é a maior comunidade de autopublicação da América Latina. Inicie agora!

Livro PEDAGOGIA DA FELICIDADE FINANCEIRA

Táticas para resistir à exclusão socioeconômica e/ou superar à pobreza

Por: CLEBERSON EDUARDO DA COSTA Denunciar

Ajaxloader
por
R$ 46,82

Sinopse

I

Diz-se, e não somente por meio do senso comum, que “o dinheiro não traz felicidade”. Se essa afirmativa é correta, não seria menos verdadeiro afirmar que, a falta sistemática de dinheiro, em sociedades capitalistas como a que se vive, onde tudo tem um preço, onde a nossa existência precisa sempre ser custeada por nós mesmos ou por alguém, é também o que gera ou tem gerado, em muitos, o surgimento de inexplicável tristeza. E principalmente após os cinco ou dez primeiros dias dos recebimentos de salários, aposentadorias, pensões, etc., que, em sua grande maioria, são utilizados pelas pessoas pobres ou de classe média baixa apenas para pagamentos de contas, prestações com juros embutidos, etc. Nesse sentido, é-se compreensível também que, a maioria das pessoas, e não somente as pobres ou de classe média baixa, mesmo acreditando que o dinheiro não traga felicidade, se preocupe, na mesma via, com o acúmulo de riquezas e/ou de bens materiais. E isso ocorre, pensa-se, pelo seguinte motivo:

“Porque a maioria das pessoas pobres ou de classe média baixa sabe que, no mundo capitalista em que se vive, é preciso buscar superar não somente a pobreza e/ou a miséria de pão (alimentos para subsistência), mas, também, satisfazer muitas outras necessidades e/ou vontades, de modo que, se as mesmas não forem ou não puderem ser plenamente satisfeitas, isto é, se não houver a dignidade da pessoa humana, não é-se possível também ser feliz.”

Esse pensamento, hoje, alvorecer do século XXI, independentemente das mais diferentes concepções filosóficas, psicológicas, religiosas, etc. – pode-se com propriedade afirmar – é tido como um princípio econômico capitalista global.

II

Visando-se, todavia, não ficar-se obcecado somente pela busca do acúmulo de capital ou de bens materiais, acreditando-se, erroneamente, por exemplo, que o dinheiro, sozinho (como panaceia) será capaz de resolver todos os problemas humanos e/ou de fazer as pessoas felizes, pensa-se ou deve-se pensar também, na mesma via – tendo-se como fundamento e princípio a ética Aristotélica –, de uma forma complexa. Isto é:

1- Que é preciso buscar o equilibro ou meio termo... Isto é:

2- Que é preciso sim lutar pela conquista da felicidade financeira, da prosperidade ou da inclusão socioeconômica, mas, todavia, sem negligenciar ou desprivilegiar a busca da felicidade ou prosperidade também em outras diferentes áreas de nossas vidas, como no amor, na amizade, no trabalho, na família, no lazer, na saúde física, mental, espiritual, etc.

III

O livro, epistemologicamente fundamentado, substanciado e partindo de uma crítica radical, rigorosa e de conjunto à escola capitalista (presente esta nas sociedades capitalistas ocidentais), especialmente a brasileira, que historicamente apenas tem adestrado ou formatado os indivíduos pobres, de classe média baixa e/ou miseráveis que nela entram para servirem de mão de obra barata e descartável ao sistema capitalista (e não para superarem de fato as suas pobrezas e/ou misérias), ensina-nos não somente a nos tornarmos felizes financeiramente, mas também a permanecermos prósperos ou socioeconomicamente incluídos – mesmo em tempos ditos de crises econômicas. Para o autor, mais importante do que um indivíduo pobre, de classe média baixa e/ou miserável (excluído social) vir a poder conseguir superar a sua pobreza ou miséria (tornar-se feliz financeiramente), é ele também nunca mais correr o mínimo risco de voltar para elas, ou seja, nunca mais correr o risco de voltar a ser explorado, aviltado ou escravizado pelo sistema capitalista.

Categorias: Empreendedorismo, Educação, Economia, Administração
Palavras-chave: economia, empreendedorismo, finanças, inclusão, pedagogia, prosperidade

Características

Cover_front_perspective
Número de páginas: 125

Edição: 1(2018)

ISBN: 978-1725852273

Formato: A5 (148x210)

Coloração: Preto e branco

Acabamento: Brochura c/ orelha

Tipo de papel: Offset 75g

Reconhecimento

Sobre o autor

Mini
CLEBERSON EDUARDO DA COSTA

Cleberson Eduardo da Costa (mais de 100 livros publicados, muitos deles traduzidos para outros idiomas), natural do Rio de Janeiro, é Graduado pela (UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro/1995-1998), Pós-graduado em educação (UCAM – Universidade Candido Mendes), Pós-graduando em Filosofia e Direitos Humanos (UCAM – Universidade Candido Mendes), Mestre e Doutor (livre) em Filosofia do conhecimento (epistemologia) e Pedagofilosofia Clínica (FUNCEC - pesquisa, ensino e extensão), Pesquisador, Professor universitário, Especialista em metodologia do ensino superior, Licenciado em Fundamentos, Sociologia, Psicologia e Filosofia da educação, Didática, EJA (educação de Jovens e adultos) etc.

Além disso, foi aluno Especial do Mestrado em Educação (1999-2001/PROPED/UERJ), matriculado, após aprovação em concurso, nas disciplinas [seminários de pesquisa] “ESTATUTO FILOSÓFICO” (ministrado e coordenado pela professora Drª Lilian do Valle); e “POLÍTICAS EDUCACIONAIS NO BRASIL E NA AMÉRICA LATINA” (ministrado e coordenado pelo professor Dr. Pablo Gentili).

Estudou também no curso de MBA em Gestão Empresarial pela FUNCEFET/RJ/Região dos Lagos (2003-2005); no curso de Pós-Graduação em Administração e Planejamento da Educação pela UERJ (1999-2000); e realizou vários cursos livres e/ou de aperfeiçoamento nas áreas da filosofia e da psicanálise por instituições diversas, entre elas a FGV (Fundação Getúlio Vargas) e a SBPI (sociedade brasileira de psicanálise integrada).

De 1998 a 2008, atuou como professor de ensino superior (Instituto Superior de Educação da UCAM/universidade Cândido Mendes) nos campus universitários de Niterói, Nova Friburgo, Araruama, Rio de Janeiro, Teresópolis, Rio das Ostras, etc.

Participou (em sua trajetória profissional e/ou intelectual acadêmica) de diversas pesquisas, como, por exemplo, o projeto UERJ-DEGASE, relativo à (EJA) e também em pesquisas centradas em problemáticas políticas, filosóficas e pedagógicas com professores renomados, como Pablo Gentili (UERJ/CLACSO), Cleonice Puggian (UNIGRANRIO), Carla Imenes (UEPG), Cristiane silva Albuquerque (UERJ), Marco Antonio Marinho dos Santos (OCA/RJ) entre muitos outros.

Atualmente dedica-se à docência universitária; a pesquisas em educação; a consultorias relativas à educação, no sentido do aprimoramento, da superação e do desenvolvimento humano; à realização de palestras acadêmicas e multiorganizacionais e à produção de obras nos mais diversos campos do saber.

[email protected]


Mais publicações desse autor

Comentários - 0 comentário(s)


Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


Como funciona

Passo 1

Você publica seu livro online, gratuitamente.

Passo 2

Você diz quanto quer receber de direitos autorais.

Passo 3

Nós vendemos e você recebe o dinheiro por depósito direto na sua conta.

Serviços profissionais

Conheça nossos serviços

São vários serviços para auxiliá-lo em sua obra:

Depoimentos

"Iniciativa inovadora, sintonizada com possibilidades emergentes típicas do mundo cosmopolita e cibernético de nosso tempo, o Clube de Autores abre o mercado editorial para muitos, amplia para outros tantos que já publicam no circuito convencional. E põe por terra a tradicional desculpa de autor..."

Edvaldo Pereira Lima

Formas de Pagamento (até 12x)

Segurança

Print


Clube de Autores Publicações S/A   CNPJ: 16.779.786/0001-27

Rua Otto Boehm, 48 Sala 08, América - Joinville/SC, CEP 89201-700